Seja bem-vindo. Espero que goste!

Não Resisto A Nós Dois


♪ Músicas online grátis! Acesse: www.powermusics.com

sábado, 17 de dezembro de 2011

Capítulo 4 - Dedicados às minhas leitoras!

Primeiro quero divulgar o blog de minha nova leitora, Taty'...
Love Between Two Lives
Passem lá, tá bom?
Leiam as notas finais, eu vou dizer um probleminhas que vem acontecendo com o blog e pedir a ajuda de vocês. E as notas finais vão ser muuuuito importantes!
Agora vamos aos capítulos, nos vemos lá embaixo.
Esse é, pessoalmente, um dos meus capítulos favoritos.
--*--

Não Resisto a Nós Dois – Capítulo 4
– Pesadelos –

Mais dias foram se passando...
Demi havia parado de ir ver Vanessa, pois havia viajado com Stel há dois dias, o que deixou Vanessa triste, porém conformada.
Há uns três dias, ela havia percebido que Zac vinha recebendo ligações frequentes, e as mesmas normalmente o deixavam nervoso e com raiva, o que a deixava muito desconfiada.
E com medo...
Bom, o medo não evaporara completamente, principalmente quando Zac tinha surtos de raiva e saia, batendo a porta e a deixando presa no quartinho, mas diminuira, ao receber as visitas de Demi e ao se adaptar com essa nova vida que estvaa levando, por mais pavorosa e inumana que fosse a forma como vivia.
Também percebeu que Zac estava confiando mais nela, por exemplo, há alguns dias, ele deixara que ela fechasse a porta do banheiro, e ela não mais dormia amarrada na cama ou em alguma cadeira.
Zac, por outro lado, havia percebido que Vanessa estava menos evasiva em relação ao que estava acontecendo. Talvez ela desconfiasse que ele não estava fazendo isso por querer, pelo menos, não exatamente.
Seu “chefe” estava forçando bastante a barra, estava ameaçando-o, mesmo sem saber dos sentimentos vagos que ele estava começando a ter por Vanessa, inconscientemente. Ele marcara um encontro com Zac, seria daqui a quase dois meses, e nesse encontro ele tomaria Vanessa para si. Pelo que Zac percebera, a intenção dele não era fazer dela uma empregada, e sim fazer dela uma rameira, ou talvez uma amante apenas dele, que trabalhava para ele, fazendo comida e arrumando a casa, e satisfazia suas necessidades sexuais. E tendo que ouvir as milhares e milhares de vadias, vagabundas, prostitutas e nogentas que frequentavam sua casa. Ou seja, ele a usaria até que... bom, até que se cansasse e resolvesse de uma vez por todas pedir um resgate para seu pai. Não sabia porque, mas aquela mera e verdadeira afirmação o fazia sentir ódio, e ao mesmo tempo dor. Alguma força anormal dentro de si, algum instinto, o fazia querer o melhor para a morena, de alguma forma que até a razão desconhece.
Ele estava cada vez mais confuso em relação ao que sentia, pensava e... fazia. Vanessa estava deixando-o louco, ou no mínimo... diferente.
Nesse momento deviam ser 21:00hs da noite, ele estava acordado, sem sono, mudando de canal em canal, em uma tentativa em vão de achar algo que preste, que o agrade e que o faça esquecer de Vanessa...
Oh, tolisse! Ele estava começando a acreditar que aquela morena era uma... bruxa. Que o enfeitiçou apenas para que ele a livrasse desse... destino horrendo. Bom, ela com certeza seria uma bruxa muito gostosa, pensou dando uma risadinha.
Se entretou com um canal que estava passando algo peculiar sobre personalidades multiplas (N/A: Eu estou falando de um programa que assisti um dia desses, “Minhas 15 Personalidades”, passa no canal Home & Heatl).
Mas dispersou seus pensamentos idiotas ao ouvir gritos. Muitos gritos, vindos do quarto de Vanessa.
Levantou no mesmo instante e correu o mais rápido que podia até o quarto dela, arrombando a porta fechada com o pé, apenas para dar um susto se houvesse alguém estranho ali.
Mas não havia. Era só a morena se contorcendo na cama, falando coisas sem nexo algum, ela suava e gritava, parecia estar tendo um de seus piores pesadelos.
Ele aproximou-se vagarosamente da cama, e segurou a frágil mulher em seus braços, balançando devagar e tentando acordá-la.
- Vanessa, Vanessa – murmurava agoniado enquanto ela dava gritos desesperados.
De repente os olhos negros como a noite se abriram, repletos da mais pura aflição e agonia. Ela, ao que encontrar com os olhos azuis-esmeraldas do loiro, o abraçou desesperadamente, desejando que aquele abraço as tirassem todas as mágoas, todas as aflições, desejando encontrar naquele abraço um aconchego, um porto seguro, alguma chama vívida da verdade.
Ela se sentira segura estando ali. Os braços fortes de Zac a davam uma segurança inumana. Era como se qualquer pessoa que se aproximasse dela, seria eliminada por aquele homem que tanto a fez chorar.
Por mais incrivel que pareça, aquele abraço lhe passou mais segurança do que qualquer outro já fizera.
Ele ficou muito surpreso, mas retribuiu o abraço com a mesma intensidade, trazendo-a para mais perto e sentando-a em seu colo, desejando que aquele abraço tirasse delas as aflições e medos e passassem para ele, se assim fosse preciso.
Não sabia por quê, nem como, mas seu coração estava em pedaços apenas por ver essa doce e frágil mulher a chorar.
Alisou os belos cabelos morenos, tentando lhe passar algum conforto com aquele simples gesto de carinho. E conseguiu.
Aos poucos, naquele abraço e naquele carinho delicioso, a morena foi se acalmando e se acalmando, até que seus soluços – agora silenciosos – ficassem cada vez mais escassos.
A camisa que Zac usava agora estava molhada pelas lágrimas agoniantes de Vanessa.
- Hey, psiu, se acalmou¿ - perguntou Zac hesitante, ainda sem soltá-la daquele abraço
- U-uhum – a morena se afastou um pouco, ainda no colo dele, para olhá-lo
O mesmo secou suas lágrimas com os dedos.
- O que houve¿
- E-eu tive um sonho – respirou fundo – Zac... – o coração dele se aqueceu, ao ouvi-la pronunciar seu apelido com aquela voz de sinos – O seu chefe ele... ele vai... ele vai me... – respirou fundo novamente, com as lágrimas voltando a descer por seus olhos – Eu vou ser obrigada a fazer sexo com ele¿ - perguntou com a voz chorosa e mais lágrimas desceram sem o mínimo consentimento de seus olhos, brilhantes pelo medo.
Aquilo foi como uma facada que acertara em cheio no coração frio de Zac. Ele sabia que era aquilo que aconteceria, mas ouvir aquelas palavras da boca daquele morena, tomadas por tamanho desespero e angustia, foi... desesperador. É, muito desesperador.
Sem ter o que dizer, o loiro apenas puxou a morena para seus braços novamente, a envolvendo num abraço aconchegante e deitando com ela em sua cama, deixando com que ela chorasse rios de lágrimas com aquela afirmação silenciosa.

--*--
Eu achei esse capítulo SUPER FOFO. Essas notas finais serão bem grandinhas, eu tenho muitas coisas pra falar.
Bom, primeiramente eu quero agradecer às meninas que comentaram, amei cada comentariozinho.
E Taty, fico feliz que esteja amando a fic e que já tenha lido umas 4 vezes, aqui mais um pra você ler.
Depois queria falar sobre um probleminha que vem acontecendo com alguns blogs meus, inclusive esse, a questão dos seguidores. De acordo com meu painel, eu tenho 14 seguidores nesse blog, porém quando aperto para vê-los, só aparecem dois seguidores, e quando eu visualizo meu blog, só aparecem dois também.
Se alguém passou por isso e já resolveu, me ajudem aqui!
Agora queria avisar que acho que vou passar um tempo sem postar. É que depois do Ano Novo, lá pro dia 1 ou 2 de janeiro, eu vou viajar pra Bahia, e nós vamos pra uma casa de praia, então fica ruim levar meu netbook, pois a maresia as vezes estraga o sistema. E depois da casa de praia vamos pra Feira de Santana - BA, onde meus tios moram. Eu devo voltar no final de janeiro. Quando eu voltar, eu posto. Bom, eu poderia fazer um capítulo até viajar, mas o natal é daqui a 10 dias e estou preparando uma one-shot especial de fim de ano para me dispedir de vocês. Eu fiz a one-shot com os personagens Renesmee & Jacob, da saga crepúsculo, mas vou postar aqui trocando os personagens por Zanessa, ok? 
E um probleminha ainda, mas esse não é sobre o blog, se alguém aí tiver uma conta no "Second Life" (é um jogo de vivência virtual, eu acho mais legal que o The Sims), me avisa que eu estou com um problema pra instalar, pois está dando a seguinte mensagem quando eu tento instalar:
"Second Life incapaz de funcionar por cousa do seu driver de video não ter sico instalado corretamente, estão desatualizados, ou não são suportados pelo hardware. Por favor sertifique-se que você possui os drivers da placa de video mais recente e mesmo assim, tente reinstala-los.
Atualiza seu drive gráfico!"
Pois é, gente. Se alguém souber me ajudar, me digam também.
Bom, acho que é só. Passem no blog que divulguei lá em cima e fiquem com Deus!
Feliz Natal e Feliz Ano Novo! Em breve, eu posto a one-shot especial de fim de ano!
Beijooooooooooooooos... 



OBS: Nova enquete na parada! Sobre o chefe do Zac! 

6 comentários:

  1. Amei o cap ta perfeito vou ficar muito curiosa que dizer ja estou mais eu me conformo kkkk
    ah eu amo os seus blogs e quando voltar postar rapido ta para não me matar de curiosidade beijos

    ResponderExcluir
  2. nossa que tenso ein? já pensou
    se ela virar escrava sexual daquele
    monstro? o zac melhorou muito nesse cap
    e acho que ele não vai deixar que isso
    aconteça com ela, espero;
    amei amg posta logo bjs

    ResponderExcluir
  3. OMG!!!
    Que perfeito.
    AMEII o aproximamento de Zanessa.
    So q... To loka para saber se o Zac vai deixar o "chefe" Fazer sexo com ela.
    Que escrúpulo.
    Posta logo *CURIOSA D++*
    Kiss

    ResponderExcluir
  4. O Zac já está a começar a sentir alguma coisa por ela =)
    Cap muito bom
    Posta rapido
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. mt legal! adorei! mas uma pergunta: qual é o link da sua one-shot? ou vai ser aqui msm? please me responda. bjs posta logo

    ResponderExcluir
  6. nossa o zac ta começando a gostar da van.......
    adorei o cap......
    ps: Bruna tem como vc divulgar o meu blog "o fim nunca é o fim" http://barbara-ofimnuncaofim.blogspot.com/.........
    a historia se refere a separação de zanessa....
    espero que goste.....bjs

    ResponderExcluir

Oi, você já está aqui mesmo, então o que que custa comentar pra me dizer se gostou ou não? Let's go, baby!

Ocorreu um erro neste gadget