Seja bem-vindo. Espero que goste!

Não Resisto A Nós Dois


♪ Músicas online grátis! Acesse: www.powermusics.com

sábado, 26 de novembro de 2011

Proposta

Olá amorecos!
Vim aqui fazer-lhes uma pequenina proposta!
Que tal combinarmos assim: Se vocês divulgarem esse blog em seus blogs, eu vou tentar fazer uma maratona com pelo menos 2 capítulos para esta fanfic.
Vejam, estou com probleminhas escolares, minhas férias foram adiadas para apenas o final de dezembro, sendo que já eram para terminar ontem, e isso me deixou arrasada, então estou sem cabeça para fazer um capítulo agora.
Mas voltando a proposta...
Caso eu não tenha tempo ou algo aconteça, me impedindo de fazer a maratona, eu dedico o próximo capítulo para as leitoras que divulgarem, tudo bem pra vocês??
Se quiserem me dizer os blogs que vão divulgar, ou quiserem que eu divulgue no próximo capítulo, fiquem a vontade.
Beijos...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Capítulo 2

Não Resisto A Nós Dois – Capítulo 2
– Nova Vida –

Depois de alguns minutos, quase uma hora, finalmente chegaram a seu destino.
Era um prédio popular. Um tanto quanto podre. Tinham cinco andares.
- Ouça bem, garota. Você vai ir quietinha, sem chorar, nem demonstrar nenhum medo. Se você nos denunciar, eu acabo com a sua raça, entendeu¿ - perguntou o loiro assustadoramente e ela assentiu tremendo. Ele pegou sua mão e a abraçou falsamente.
- Olá, Sr. Efron, é sua namorada¿ - perguntou o porteiro
- Oh, sim, John. Essa é a Vanessa, minha namorada, não é mesmo, amor¿ - perguntou falso a olhando sugestiva e assustadoramente.
- E-é-é – gaguejou um pouco
- Oh, muito prazer, Srta. – falou o porteiro sorrindo
- Agora nós vamos subir. Ela vai passar um tempo aqui – disse Zachary com um meio sorriso sarcástico
- Certo. – falou John
Vanessa e Zachary subiram as escadas do prédio até o terceiro andar. Ao entrarem no apartamento 120, Vanessa desmoronou no chão, chorando copiosamente.
Zachary a pegou pelo braço e a levantou rudemente.
- Pare de chorar! – exclamou grunhindo raivoso – Venha! – a guiou até um quarto no fim do corredor.
Era horrível, não tinha janelas nem nenhuma brecha de ar, tinha uma cama velha e desarrumada ali, travesseiros espalhados pelo chão, juntamente com os lençóis, uma cadeira de madeira ao canto da parede, um guarda-roupa antigo de madeira ao outro lado do quarto.
- Comprei umas roupas pra você usar. Espero que sirva, mas se não sevir, tanto faz. Volto com seu jantar. É bom ficar bem quietinha. O banheiro é na porta ao lado, me avise quando for tomar banho. E deixe a porta aberta. Não quero surpresas, Vanessa, porque caso tenha pelo menos uma mísera surpresinha idiota e sem noção, você vai pagar caro. – falou ameaçadoramente e ela assentiu tremendo – Vou estar na sala, querida Hudgens – riu ironicamente e saiu do quarto, se é que aquilo era considerado um quarto.
Então ela entendeu. Hudgens! Seu pai! Era isso que ele queria atingir. Ou queria dinheiro. Estaria esse homem fazendo isso por vontade própria¿ O que ele pretendia, no final das contas¿ Se perguntava Vanessa. Seus belos olhos negros como a noite agora estavam ainda mais brilhantes que o normal devido as lágrimas acumuladas ali. Naquele instante tudo que ela desejava antes de dissipou e agora apenas queria sair dali... E viva! Pois se morresse, sua família e amigos sofreriam, e isso era o que ela menos queria no momento.
Ela encostou na parede e foi escorregando até cair sentada ao chão.
E depois chorou, chorou até não poder mais. Depois de já não ter mais lágrimas, se levantou e foi até a sala respirando fundo.
- E-eu... vou tomar... banho – falou hesitante e ele riu
- Certo, mas deixe a porta aberta, já tem uma toalha no banheiro. Vá logo! – ela assentiu e se direcionou ao banheiro, deixando a porta semi-aberta e tirando suas roupas.
Na sala, Zachary passava os canais entediosamente, quando – estranha e misteriosamente – sentia uma vontade inumana de ir “espionar” o que estava havendo no banheiro. Riu consigo mesmo e foi até a porta do mesmo, olhando pela brecha deixada por Vanessa.
Olhou e viu uma cena que fez seu membro ficar “duro”. A morena estava tirando suas roupas vagarosamente, deixando o vestido cair escorregando por todo o rosto, deixando a mostra seus maravilhosos seios redondos e fartos e seu corpo escultural, sem nenhuma gordurinha fora do lugar, e um quadril perfeito. A próxima peça tirada foi sua pela íntima, deixando a mostra sua intimidade. Zachary saiu dali atordoado antes que entrasse naquele banheiro e a possuísse ali mesmo.
Voltou a sala e sentou no sofá, passando as mãos pelos cabelos nervosamente. Wow! Ela era... espetacular!
Fechou os olhos e encostou a cabeça no sofá.
- Oi – escutou uma voz de sinos falar e levantou a cabeça, abrindo os olhos, para ver Vanessa parada em sua frente com a roupa que separara.
Era um shortinho jeans, uma camisa roxa e um chinelo branco. Estava linda. O que¿ Ai meu Deus! Não devia nem podia estar tendo esse tipo de pensamentos... Ela era sua sequestrada, ora essa! Sua inimiga!
Balançou a cabeça tentando dispersar esses pensamentos idiotas de sua mente.
- Oi – respondeu a encarando
- Q-qual... Qual é seu nome¿ - perguntou Vanessa o olhando também
- Zachary Efron – a puxou para sentar-se no sofá – Me chame de Zac – falou confuso consigo mesmo.
- Olha, não vou te chamar pelo apelido! Não somos amigos! Não somos nem conhecidos! Você é meu sequestrador, eu sou a sequestrada. Olha só, o que você quer, hein¿ Eu preciso da minha família! Eu estou com medo, assustada, ok¿ E você... – começou Vanessa, tendo um ataque de nervosismo com tudo que estava acontecendo
- Cala a sua boca! – gritou a segurando fortemente pelos pulsos, os olhos da morena estavam cheios de lágrimas, o que estranhamente fez com que seu coração se apertasse
Ela começou a se debater, e a bater no rosto de Zac, gritando. Ele se irritou de uma vez e a jogou no chão, indo para cima dela e a amordaçando com um pano que havia no sofá.
- Presta atenção, sua nogenta! Você vai ficar quieta! Se não for por bem, vai por mal – a jogou numa cadeira e pegou umas cordas, a amarrando toda, prendendo-a na cadeira.
Ela murmurava algumas coisas que não dava para entender por causa do pano. As lágrimas grossas escorriam por seu rosto. Ela estava desesperada. Se sentia mal. Com vontade de... vomitar. Era um lugar nogento demais. Um homem nogento demais! As lágrimas eram interminaveis. Era impossível pará-las. Cada célula de seu ser estava tomada pelo desespero. O desespero de não saber o que ia acontecer. O desespero que sua família deveria estaria passando nesse momento. O desespero de não saber por quanto tempo vai continuar bem... e viva.
E o que mais a desesperava era que sabia que teria que ficar ali por tempo até então indeterminado, então teria que se acostumar com essa nova vida.
--*--
Esse foi meio quente, néh? Uhuuuu! kkkkkkkkkkkkkkkkkk. Desculpem a demora, espero que gostem!!!
Até o próximo!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Muito importante para todos os autores e autoras do blogger e do Nyah!

Novo blog!!!
--*--

Bom, esse blog é uma ideia que tivemos e que resolvemos pôr em prática quase imediatamente.
A intensão é dar mais créditos ao autor (ou seja lá em que tal pessoa esteja participando) e, assim, mais reconhecimento.
Terão diversos tipos de prêmios, mas o foco principal são as maravilhosas fanfics que lemos o tempo todo.
Também haverão divulgações de fics nas quais leremos durante o ano de 2012, mas isso apenas a partir do ano que vem.
Haverão ainda entrevistas com os melhores autores (a julgar pelos colaboradores do blog) do Nyah!Fanfiction e do Blogger.

Vou explicar como ocorreram as indicações.
Nós escolheremos 10 fanfics que mais gostamos no ano (cada uma escolhe 5), de acordo com o tipo de fanfic do momento (ex: one-shots, short-fics, song-fics ou long-fics). Em seguida escolheremos um corpo de jurados (de 5 a 10 pessoas) para votarem em qual a fic que achou melhor.
Contamos os votos e postamos no blog qual a melhor fic de tal categoria (como já disse, one-shots, short-fics, song-fics ou long-fics).
Em caso de empate, nós colocaremos as fics de maior numero de votos em jure público aqui no blog.

Como devem ter visto na página "Indicações" terão também prêmios como melhor cabelo do ano, melhor filme do ano, etc...
Mas, como já falei, nosso foco principal são as fanfics.
Aguarde as iniciações das primeiras indicações do blog.
A entrevista será assim: A Mary (My World) vai me entrevistar e eu (Bruh_SM) vou entrevistá-la!
Aguardem!!!

Endereço do novo blog: http://www.stories-in-award.blogspot.com/

Capítulo 1


Não Resisto a Nós Dois – Capítulo 1
– Sequestro –

- Zac... Vamos logo! – chamou Alex pela décima vez o amigo
- Tá tá, vamos! – respondeu o loiro pegando suas últimas armas e saindo com Alex a seu encalço
- Olá a todos
- Olá, Senhor! – disseram todos juntos
- Bom, estou com um novo progeto que vai nos dar luxo e nobresa. – disse o homem misterioso sorrindo levemente em deboxe a todos os outros ali presentes.
- O que, Senhor¿ - perguntou Jared
- A Srta Vanessa Anne Hudgens é filha do empresário de veículos Greg Hudgens. Ela e a irmã são consideradas umas das integrantes da Elite Jovem de Nova York e uma das famílias mais ricas dos Estados Unidos. Stella Hudgens era meu alto principal, porém minhas fontes disseram que Stella foi mandada pelo pai á um internato na França. Então nosso alvo agora é a mais velha, Vanessa Hudgens. Por isso reuni aqui os chefes das melhores gangues de Nova York. Alguma se possibilita a sequestrar nosso pequeno trunfo¿
- Eu! – falou Zac levantando o braço
- Pois bem, Efron, a vontade. Mas depois... Ela é minha! – disse e uma risada maligna escapou de seus grossos lábios

XxX
- CORRE VANY! TÁ ACABANDO! OMG OMG OMG! – gritava a loira desesperada correndo pelo shopping como uma louca, atraindo olhares alheios.
A morena corria atrás desesperadamente também.
- VAI ASHLEY! E PEGA UM PRA MIM TAMBÉM! – gritou Vanessa correndo
- TÁAA! – gritou e entrou na loja, correndo e pegando duas botas de couro, haviam apenas três e a outra foi pegada por uma mulher de franja, de cabelos meio ondulados  e negros, olhos castanhos e lábios fartos e vermelhos, ela encarava Vanessa, que chegara agora, estranhamente
- Olá. Meu nome é Demetria Lovato, mas todos me chamam de Demi, e o seu¿ - perguntou a mulher olhando diretamente para Vanessa
- Er... Me-meu nome é Vanessa, e essa é a Ashley – disse Vany nervosa
- Muito prazer, Vanessa. Muito prazer, Ashley – disse Demi olhando encarando Vanessa
- Então... – começou Ashley percebendo o desconforto da amiga – Vamos logo pagar, Vany!
- Vamos, Ash!
Foram até a balconista e ficaram numa pequena fila.
- A vista ou cartão¿ - perguntou a recepcionista na vez delas
- Cartão
- Débito¿
- É... – e deu a ela seu cartão ilimitado
- Ponha a senha
E então Vanessa colocou a senha 223901, que – por um motivo por ela desconhecido – seu pai havia insistido bastante para ela colocar.
Porém estava sob o olhar atento da morena Demi Lovato, que logo após receber essa informação colocou a bota no lugar, balançando os cabelos sedutoramente e piscando para um homem que a olhava com luxúria, e saindo elegantemente da loja.
- Ela é estranha! – disse Vanessa tremendo
- Aff Vany! Você também cismou com a mulher! Ela não te fez nada! – disse Ashley olhando as unhas vermelhas.
- Ela é estranha mesmo... É... sei lá, misteriosa demais! – falou Vanessa
- Ok ok! Tanto faz... Agora vamos pegar essas botas lindas, charmosas e sexys e vamos para casa! Eu preciso mostrar isso pro Scott – disse Ashley com os olhos brilhando, pegando as suas sacolas logo em seguida
- Tá bom, Ash! – disse Vany rindo e pegando as suas sacolas no chão da loja.
As duas sairam elegantemente da loja, balançando os cabelos de forma inconscientemente sexy.
O celular de Vanessa tocou a música “Teenage Dream”, de Katy Perry.
- Alô¿ - disse Vanessa
- Olá! Não quero que anuncie nenhum tipo de reação de medo ou uma reação escandalosa, ou sua querida amiga leva um tiro daqui mesmo! – disse uma voz assustadoramente rouca, a fazendo tremer por inteiro
- A-ah sim. Como voc-você vai, amiga¿ - perguntou Vanessa disfarçando nervosa, enquanto Ashley sorria e ia em direção a uma barraquinha de sorvete
- Isso mesmo! Boa menina! É assim que eu gosto – disse a voz misteriosa rindo maléficamente
- Agora vai me dizer o que quer comigo¿ A Ash não está aqui! Pode falar, eh... pessoa – disse Vanessa tremendo nervosamente
- Não tão rápido querida – ela ouviu risadas ao fundo – Eu vou te passar umas instruções e você segue tudinho, ok¿
- O-ok
- Pois bem. Você vai dizer a sua amiguinha que a tal “amiga” que você falou precisa de você e vai sair normalmente do shopping e ir pro estacionamento 2. Lembre-se sempre que tenho um capanga com uma arma mirando exatamente na cabeça da sua amiguinha de cabelos loiros.
- Ah é¿ - desafiou morrendo de medo – Então como estamos vestidas¿ - perguntou
- NÃO ME DESAFIE! Mas como você foi muito boazinha até agora, vou te responder. Você está com uma calça legue preta, uma bata verde, um casaco bege, uma sandália bege e o cabelo preso pela metade. Sua amiga está com uma bermuda jeans escuro, uma bata azul, um casaco cinza, e um o cabelo com uma mecha presa – disse em tom de deboche. Por sinal, muito gostosas as duas!
Vanessa agora se tremia por inteiro. Suas mãos mal conseguiam segurar o celular. Engolio em seco e foi falar com Ashley, se certificando que sua voz sairia.
- Ash, minha am-amiga me chamou pra um S.O.S. Eu vou lá, ok¿ Mais tarde a gente se vê – disse tentando parecer calma
- Tá bom, Vany! – disse Ashley entretida com uma blusa que tinha numa loja
- Ashley – chamou e Ash a olhou – Eu te adoro, amiga! – disse sorrindo sincera
- Ownt *-* - disse Ashley com os olhos brilhando – Amiga, eu também te adoro muito muito muito muito mesmo!!! – disse e as duas se abraçaram fortemente, por razões desconhecidas por Ashley, e conhecidas mais que o necessário por Vanessa.
- Vou lá! – deu um beijo em Ashley e se direcionou á saída do shopping
Vanessa estava aflita, e com razão, o jeito que aquele homem lhe falara foi tão assustador que ela ainda tremia por inteiro. Seus olhos estavam maiores que o normal pelo susto. Sua pele estava toda pálida. Ela andava rapidamente. Se algo acontecesse com Ashley ela... Argh!
Quando chegou ao estacionamento 2, foi tudo muito rápido!
Ela sentiu dois braços fortes a puxando para uma van preta, e logo viu dois olhos intensamente azuis a fitando com deboche evidente.
- Olá. – de cara ela reconheceu a voz da pessoa misteriosa e, tomada pelo medo, observou o rosto daquele homem assustador.
- Quem é você¿ - perguntou a jovem assustada
- Seu maior inimigo – respondeu o loiro abrindo um sorriso maligno

“Eu gosto de você
Eu penso em você
Eu só respiro você” – Não Resisto A Nós Dois, Wanessa Camargo
** Trecho Um **
--------------------------------------------------- # ------------------------------------------------------
N/A: E aí, gatas¿ Tudo bom com vocês¿ Gostaram do primeiro capítulo da nova fic¿ Eu, humildemente, gostei bastante! Comentem, tá bom¿ Olha, eu sei que o fato do Zac ser TÃO malvado está fazendo algumas pessoas ficarem com o pé atrás com a fic, mas ele tem um motivo pra ser assim, e este será revelado lá para o capítulo 7 ou 8. A fic tem 10 capítulos! Pequenininha, não¿ Também achei! E o Zac vai ter seus bons momentos! Só isso que vou dizer ;p Comenta genteeee! Fiz uma fic Zanessa, agora quero todo mundo aqui! Run!
Beijos...
Em breve, o Capítulo 2
------------------------------------------------ # --------------------------------------------------------
Respondendo aos comentários...
Margarida: Postei rapidinho! No dia marcado ;) Obrigada pelo comentário flor! Beijos...
Margarida Oliveira: Hey M Cute! Obrigada pelo comentário! Que bom que achou interessante! Beijos...
Evelly: Que bom que gostou amoreee! Obrigada pelo elogio e pelo comentário! Adorei! Beijos...

Até o próximo! Comentem!

sábado, 5 de novembro de 2011

Não Resisto A Nós Dois

Vanessa Hudgens é filha de um dos maiores empresários do país, Greg Hudgens, e uma famosa jornalista, Gina Hudgens.
Graça a toda essa fama, dinheiro e beleza estonteante, atrai olhares alheios... Alguns normais, outros bons, outros... maliciosos e crueis.
Zac Efron é chefe de um dos grupos criminosos mais procurados da cidade de Nova York.
Só pensa em dinheiro e não consegue se prender a ninguém, pois quer apenas sexo, e as garotas sempre acabam se apaixonando.

Dois destinos completamente diferentes...
... Se cruzam
- Quem é você¿ - perguntou a jovem assustada
- Seu maior inimigo – respondeu o loiro abrindo um sorriso maligno
E tudo começou com um plano...
- E depois que a pegarmos¿ - perguntou Jared
- Vamos maltratá-la a ponto dela mandar o pai dela nos passar 1 milhão de dólares
- E depois¿
- Manobramos os tiras e fugimos com ela do país.
...Mas terminou da pior forma possível...
- Estou apaixonada por ele, Ashley, eu o amo e ele... ele não presta e só quer o meu dinheiro – disse a morena começando a chorar copiosamente
- Calma amiga... – disse Ashley alisando os cabelos da amiga
XxX
- Eu não consigo esquecer aquela patricinha, Jared, dessa vez fui laçado de jeito! – exclamou o loiro nervoso e com vontade de socar alguém
E o pior...
... É que, nem com tudo, ela consegue esquecê-lo...
- Eu não resisto a nós dois – disse Vanessa o puxando para um beijo apaixonante, de ambas as partes

Um Final Feliz¿ Como acaba essa história¿
Só lendo pra saber...

Fanfiction “Não Resisto A Nós Dois”
Shipper: Zac Efron e Vanessa Hudgens
Capa by: Lary
Sem beta
Autora: Bruh_SM
Gênero: Romance
Pode conter: Linguagem Imprópria, Heterossexualidade, Violência, Sequestro.
Baseada na música Não Resisto A Nós Dois, de Wanessa Camargo.
Data de Estreia do Primeiro Capítulo: 7 de novembro de 2011

Contém...
Capítulo 1 – Sequestro
Capítulo 2 – Nova Vida
Capítulo 3 – Se adaptando
Capítulo 4 – Pesadelos      
Capítulo 5 – Sentimentos
Capítulo 6 – Aeroporto
Capítulo 7 – Tentativa Fracassada
Capítulo 8 – A verdade dói
Capítulo 9 – Penúltimo Capítulo
Capítulo 10 – Último Capítulo
Epílogo
Ocorreu um erro neste gadget